26 de outubro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

The Playoffs – Michael Porter Jr. revela que médico dos Clippers disse que ele não voltaria a jogar após lesão

Ala do Denver Nuggets e um dos melhores jogadores do time na última temporada da NBA, Michael Porter Jr. revelou nesta sexta-feira (17), durante entrevista para o podcast “The Old Man & the Three”, com JJ Redick e Tommy Alter, que um médico do Los Angeles Clippers, que ele não mencionou, acreditava que sua lesão nas costas, sofrida nos tempos de universidade, era tão séria que ele nunca mais jogaria basquete.

Visto no passado como uma potencial escolha número 1 de Draft, Porter teve grave problema nas costas e jogou apenas três jogos na Universidade de Missouri durante a temporada 2017-18. Após cirurgia na coluna, o ala voltou para mais dois jogos no Torneio NCAA.

Depois disso, as equipes da NBA agiram com cautela sobre selecionar o prospecto em 2018, por conta dessa séria lesão nas costas e pelo fato de que o atleta precisou se submeter a uma segunda cirurgia, não podendo participar de alguns treinos durante o processo de pré-draft.

Antes da seleção dos calouros, Porter se reuniu com algumas equipes e deu a elas a oportunidade de avaliarem suas costas, foi quando ele ouviu de um médico dos Clippers que acreditava que ele não poderia voltar a jogar novamente. “Estava deitado numa mesa e alguns médicos estavam me avaliando. Foi quando o cara dos Clippers, que era o médico chefe, escreveu um relatório dizendo que provavelmente eu nunca mais jogaria de novo”, disse ele durante a entrevista.

O jogador deu a volta por cima, mesmo caindo para a 14ª escolha geral e acabou selecionado pelo Denver Nuggets. Após perder toda a temporada 2018-19 por conta do problema nas costas e de uma segunda cirurgia realizada no local, Porter voltou na “bolha” da NBA na Disney com bom desempenho, para “explodir” com excelente atuações na temporada passada.

Com médias de 19 pontos, 7,3 rebotes e 1,1 assistência em 61 jogos na última temporada, o ala teve aproveitamento de 44,5% de três pontos em 6,3 tentativas por partidas. Se tornou ainda titular absoluto dos Nuggets, que chegaram até a segunda rodada dos playoffs.

Ainda segundo o jogador, ele se motivou ainda mais para voltar ao basquete após o diagnóstico do médico dos Clippers, querendo provar que ele estava errado. No entanto, o ala afirmou que não tem nenhuma mágoa com a franquia de Los Angeles e agradece pelo time não tê-lo draftado, para que ele pudesse ser selecionado por Denver.

Foto: Divulgação Twitter @nuggets

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *