Agora Esportes

As principais notícias do esporte

História do Ituano Futebol Clube

O Ituano Futebol Clube é uma equipe brasileira de futebol situada em Itu, cidade do interior do estado de São Paulo. O time foi fundado em 24 de maio de 1947 e suas cores são preto e vermelho. Atualmente, o time realiza os seus jogos como mandante no estádio Novelli Júnior, que pode receber até 16 mil torcedores.

As principais conquistas do clube são dois títulos do Campeonato Paulista (2002 e 2014) 2 títulos do Brasileiro da Série C (2003 e 2021), uma Copa Paulista (2002) e também um Campeonato Paulista – Divisão Especial (1989). Outras campanhas de destaque contemplam um 6º lugar no Brasileiro da Série B (2004) e um 3º lugar na Série D (2019).

Tudo começou por iniciativa de empresários da Estrada de Ferro Sorocabana, baseada em Itu, que fundaram em 24 de Maio de 1947 a Associação Atlética Sorocabana. Em 1977, Sérgio Fioravante, Otávio Boni, José Cláudio Carneiro (ex-ponta direita do bicampeão Clube Atlético Ituano), Vicente Elias Schanoski, Chiquito Pezzodipane e outros, unificaram o futebol municipal em torno do Ferroviário Atlético Ituano – (FAI) e reativaram a Liga Ituana de Futebol. No ano seguinte, o time disputou a a Terceira divisão do Campeonato Paulista.

A partir da metade da década de 1984, o clube começou a chamar atenção com boas campanhas na Série B do Paulistão, lotando o estádio Novelli Junior. No começo dos anos 1990, o Ituano formou um dos principais craques de sua história: o meia Juninho, que virou gestou do clube anos depois.

Em 1999, o Galo começou a ser gerenciado pelo empresário Oliveira Júnior. Deste modo, o clube tem sua estrutura aprimorada, formando um time competitivo duas temporadas depois, votlando a principal divisão de São Paulo. Em 2002, o Ituano alcança o seu maior feito: o título do Paulistão, mas sem a adesão dos principais clubes do estado, que participaram do Torneio Rio-São Paulo. No mesmo ano, o clube levantou a taça da Copa Paulista e o Brasileirão da Série C, no ano seguinte.

Com o treinador Doriva em 2014, o Ituano comemorou o bicampeonato paulista, desta vez, com todos os grandes do estado. A equipe realizou uma boa campanha na primeira etapa, se classificando em segundo no Grupo B e deixando o Corinthians fora do mata-mata. Nas quartas de final, o Ituano superou o Botafogo de Ribeirão Preto nos pênaltis, na semfinal também em jogo único venceu o Palmeiras no Pacaembu.

Na decisão realizada em dois confrontos, o Galo bateu o Santos, vencendo o primeiro jogo e conquistando o título nas penalidades após perder a partida de volta por 1 a 0. Sendo assim, a equipe do interior levantou a taça do Paulistão pela segunda vez na sua história!

Nova ascensão nacional do Ituano

Na temporada 2019, o Galo de Itu conseguiu acesso para a terceira divisão nacional depois de ganhar o jogo das das quartas de final da Série D contra o Itabaiana por 3-2, no agregado. Dessa maneira, a equipe retornou a Série C do Brasileiro depois de mais de uma década. Em 2021, o clube garantiu a vice-liderança do seu grupo e avançou para a segunda etapa.

Na segunda fase da Série C, a equipe conseguiu cravar seu retorno para a Série B após 14 temporadas de ausência em um empate contra o Criciú, fora de casa. Com o primeiro lugar do Grupo C, o time seguiu para a decisão do título com o Tombense. No primeiro jogo, o Ituano empatou fora de casa, em 1 a 1.

Na partida de volta, o Ituano levantou a taça depois da vitória por 3 a 0 com os gols de João, Igor e Iago. Portanto, o clube do interior paulista venceu a Série C pela segunda vez, tendo garantido o primeiro título em 2003. Neste ano, a equipe está disputando a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Juninho na sede do Ituano
Juninho na sede do Ituano. Foto: Ituano no Twitter

Hino oficial do Ituano Futebol Clube

Segundo informações do site oficial da Federação Paulista de Futebol (FPF), o hino oficial do clube foi composto por Carlos Roberto de Jesus Polastro.

Galo rubro negro altaneiro

Forte, valente e audaz

És um gigante guerreiro

Ituano, você é demais

 

Vencedor, sempre em frente

Não há ninguém como tu

Joga essa bola na rede

 

Ah, rubro negro de Itu

Olê Olá pode o mundo se acabar

Olê Olê vamos sempre com você

Não há ninguém como tu

Ah, rubro negro de Itu

 

Ituano, Ituano, Ituano…

Que coisa linda, és o maioral!

Dentro de campo, um só pensamento

Outra vitória, seu lema é ganhar

 

Sua bandeira balança

Distinto e amado brasão

A grande massa proclama

Ituano, és o grande campeão!

Ídolos do Galo de Itu

O Ituano possui uma história muito bonita à nível estadual e nacional com inúmeros jogadores que marcaram época no clube. A lista conta com nomes como Ezequiel, Juninho Paulista, Amaral, Anderson salles, Batoré, Elicarlos, Paulo César Cruvinei, Gabriel Martinelli, Djanjo, Bebeto, Richarlyson, Batata, Aderaldo, Pierre, Chiquinho, Alfinete, Victor, Clodoaldo, Hermes, Vagner, Vinicius, Corrêa, entre outros.

Patrimônio do Ituano

O Estádio Municipal Doutor Novelli Júnior, também conhecido como o Majestoso de Vila Nova, ou apenas Novelli Júnior, é um estádio que fica no município de Itu, em São Paulo, a casa do Ituano. O estádio foi inaugurado em maio de 1947, sendo reformado em 2011 com capacidade elevada para atender a demanda do clube que hoje está na Série B do Brasileirão.

Vale salientar que o clube também possui espaço adequado para preparação de sua equipe profissional, bem como para formação dos jovens de sua categoria de base.

Estádio do Ituano
Estádio do Ituano situado na cidade de Itu (SP). Foto: Ituano no Twitter

 

Escudo do Ituano Futebol Clube

O Ituano possui um escudo oficial nacionalmente reconhecido com as cores branco, vermelho e preto. No topo do emblema, há uma bola em branco e preto e uma faixa preta com o nome do clube em branco: ‘Ituano’. Na sequência, o escudo apresenta listras vermelhas e pretas verticais.

Escudo do Ituano
Escudo atual do Ituano. FOTO: MONTAGEM AE.

 

Mascote do Itauano

O Ituano também é reconhecido nacionalmente como Galo de Itu, portanto, o mascote somente poderia ser um galo com as cores vermelho e preto. Essa alcunha se deve a um fato de 1957, quando o Sorocabana travou uma disputa contra o Clube Atlético Ituano, bicampeão consecutivo da terceiro na estadual em 1954 e 1955, valendo o título da Taça Cidade de Itu.

Na ocasião, a Sorocabana foi derrotada, todavia, seus torcedores declararam que a equipe brigou como um ‘galo’, e a partir daí, surgiu o apelido de Galo, posteriormente se tornaria Galo Rubro-Negro ao adotar as cores do Clube Atlético Ituano após a refundação da Sorocabana como Ferroviário Atlético Ituano.

Mascote do Ituano
Mascote do Ituano (Galo) é adorado por todos té hoje. Foto:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *