Agora Esportes

As principais notícias do esporte

História do Tombense Futebol Clube

O Tombense Futebol Clube se consolidou gradativamente devido a um grupo de meninos de 13 a 14 anos no dia 7 de setembro de 1914. A liderança partiu do pai de um desses garotos, homem querido e respeitado na região, considerado por muitas pessoas como o verdadeiro e responsável do clube.

Conforme o site oficial, “esse é o pano de fundo para o surgimento do time das cores alvirrubras da nossa pequena e pacata cidade de uma torcida apaixonada e fiel, por clube que sempre priorizou a seriedade de investir sempre em novos talentos”.

Na época do amadorismo no futebol, o clube conquistou o campeonato da Zona da Mata Mineira em 1935, diante do Tupi de Juiz de Fora, em uma partida disputada em Carangola, um município vizinho de Tombos. Cabe ressaltar que diversos jogadores da época se profissionalizaram no clube e entraram para a história em gigantes do futebol nacional.

Todavia, o Tombense somente surgiu no segmento profissional a nível estadual nos anos 2000. A diretoria optou por reformar o seu campo, realizou a construção de um local apropriado para concentração dos atletas, organizou equipes em várias categorias de base e passou a disputar o Campeonato Mineiro. Agora, a equipe cresceu no cenário nacional e está participando da Série B do Campeonato Brasileiro 2022.

Jogadores do Tomberse
Jogadores do Tombense se preparando para o treino. FOTO: Tombense

Hino oficial do Tombense Futebol Clube

“Fundado em 1914

Tombense é raça, é tradição

Sua história traduz em suas cores

Sua torcida mais pura emoção

O vermelho é garra e coragem

O branco muita paz e união

Vamos Tombense

Vamos jogar para vencer

 

Em toda a partida

Jogaremos com você

Vamos Tombense

Força, raça, amor e fé

 

Estaremos com você

Onde você estiver

Somos Tombense não importa o lugar

Seja no céu, na terra ou em qualquer lugar

Somos Tombense não importa o lugar

Seja no céu, na terra ou em qualquer lugar”

Ídolos do Carcará Lutador

O Tombense conta com jogadores que se destacaram ao longo de sua história, como Jônatas, Pedrinho, Carivaldo, Milton Bororó, Telmo, Dinar, Joelcio, Jailton, Xexéu, Luiz Claudio, Leonardo Moura, Victor Simões, André Lima, Cicero, Etias, Renatinho, entre tantos outros.

Patrimônio Tombense

Conforme informações do site oficial, o clube conta com um centro de treinamento para atender ao seu time profissional, bem como um hotel. Além disso, o time manda os seus jogos no estádio Antonio Guimarães de Almeida com capacidade para 5 mil torcedores. O local foi totalmente reformado com irrigação eletrônica com sistema moderno de drenagem, substituição de gramado e inserção de novas arquibancadas, camarotes e cabines para imprensa.

 

Estádio do Tombense
O Estádio do Tombense fica localizado na cidade de Tombos (MG). FOTO: Tombense

Escudo do Tombense Futebol Clube

O Tombense possui um escudo circular com as palavras Tombense Futebol Clube no topo e Tombos – MG na parte debaixo na cor branca. No centro, o emblema apresenta sigla ‘TFC’ desde 1914 em vermelho. Além disso, o símbolo possui uma estrela dourada na parte de cima, mesclando o restante da imagem com as cores vermelha, branca e amarela.

 

Escudo do Tombense
Escudo atual do Tombense. Foto: Tombense

Mascote do Tombense

Ainda conforme o site oficial, o mascote é uma ave, o ‘Gavião Carcará’, ou somente ‘Carcará’, uma alcunha já utilizada pela torcida há muito tempo. Esse nome se deve a um fato muito conhecido. Quando o Tombense completou 50 anos de atividade, o campo era bastante desnivelado de gol para gol de mais ou menos quatro menos.

Sendo assim, era costume da equipe da casa, buscar sempre atacar para o lado de cima no primeiro jogo na partida. E, consequentemente, na segunda etapa, a equipe mandante atacava para o lado de baixo e os jogadores levavam vantagem desse desnível do gramado nos momentos decisivos.

Portanto, um torcedor disse que quando a equipe ‘jogava para baixo’ atacava o rival da mesma forma como um carcará descia velozmente do alto para pegar a sua presa, no chão, sempre obtendo um resultado positivo. Portanto, o time se assemelhava a um Gavião Carcará que ficava voando lá em cima, mas na hora decisiva, dava um mergulho para baixo com muita velocidade, surpreendendo a presa.

Sendo assim, o Tombense quase sempre terminava vencendo o jogo na etapa final, valendo-se da vantagem do desnível do campo em seu favor. Portanto, o Tombense começou a ser conhecido Gavião Carcará”, ou simplesmente, como “Carcará”, como o próprio clube prefere que a imprensa esportiva utilize na divulgação.

Mascote do Tombense
Mascote do Tombense.Foto: Tombense

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *