26 de novembro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Renato Gaúcho olha o Palmeiras e revela “dor de cabeça”

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo ainda sonha com o título do Campeonato Brasileiro nesta temporada – o terceiro nos últimos três anos. Porém, o técnico Renato Gaúcho destaca que o clube rubro-negro também já pensa no jogo contra o Palmeiras no dia 27, em Santiago, pela grande final da Copa Libertadores da América.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (5) após a vitória sobre o Atlético-GO, o comandante destacou que tem analisado os jogos do Palmeiras. “É um pouco cedo pra gente falar dessa final, mas é lógico que a gente está de olho no nosso adversário, da mesma forma que eles também estão de olho na gente”, disse.

“É uma final, duas grandes equipes, duas grandes torcidas, mas a gente tem trabalhado bastante, sim. Eu tenho assistido a todos os jogos do Palmeiras, mas até o dia 27 nós temos mais algumas barreiras pela frente, que se chamam Campeonato Brasileiro”, continuou o treinador do Flamengo.

“Enquanto houver chance no Brasileiro, nós vamos brigar. O único momento em que vamos dar segurada num jogador é se ele correr sério risco de lesão. Se tem chance, vamos brigar até o final. Mas nunca esquecendo do nosso jogo contra o Palmeiras”, completou Renato Gaúcho no estádio do Maracanã.

RENATO GAÚCHO FALA SOBRE “DOR DE CABEÇA”

O grande nome do Flamengo nas últimas semanas foi o atacante Michael, que marcou duas vezes na vitória sobre o Atlético-GO por 2 a 0. Renato Gaúcho, portanto, agora tem uma dúvida ao planejar a escalação para a final da Libertadores: quando Arrascaeta estiver disponível, quem sai da equipe titular?

“Acho que o mais importante de tudo é quando o Arrascaeta voltar não importa onde o Michael vai jogar. Eu acho que o mais importante de tudo é que a gente está tendo jogadores subindo de produção no momento certo”, comentou

Eu espero que em breve todos os jogadores estejam fora do departamento médico e estejam à minha disposição. Essa é a dor de cabeça que o treinador quer: ter bastantes jogadores. Pior é o momento que você olha pro lado e tem vários jogadores no departamento médico” completou Renato Gaúcho.



LEIA TAMBÉM:

Futuro definido? Daniel Alves visita clube da Série A do Brasileirão e anuncia parceria

Mais uma saída! Jornalista esportivo histórico deixa a Globo após 34 anos

CR7 é o quinto atleta mais bem pago da história; Jordan lidera e Neymar é o quarto no futebol

Flamengo: Neto diz quem “fez de tudo para Ceni cair” e defende Renato Gaúcho

Rafinha triste, mudança na Seleção e futuro de Renato Gaúcho: veja as últimas notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *