24 de outubro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Como ficou o mapa das copas europeias em 2021/22, com a definição dos 96 classificados à fase de grupos

As competições europeias expandiram seu mapa nesta temporada. A criação da Conference League introduziu um terceiro torneio continental no calendário, ampliando o total de clubes na fase de grupos de 80 para 96. Mais do que isso, com as repescagens e os mecanismos de privilégio aos campeões, mais países entrarão em campo. Nada menos que 36 das 55 federações da Uefa classificaram pelo menos um representante – oito a mais que na temporada passada, por exemplo. Armênia, Estônia e Gibraltar farão suas estreias em fases de grupos, enquanto a Moldávia ainda terá o ineditismo na Champions.

Vale dizer que, com o aumento do número de competições, a Uefa não ampliou a quantidade de clubes participantes nas fases qualificatórias. A entidade apenas redistribuiu os classificados e reorganizou os formatos. As grandes ligas deverão permanecer em peso com sete representantes, diante das vagas automáticas na Champions e na Liga Europa. De qualquer maneira, países de segundo e terceiro escalão também multiplicaram seus times classificados às fases de grupos. Áustria e Dinamarca, por exemplo, somam quatro clubes vivos. Bulgária e Israel podem subir no ranking com duas equipes.

Para representar visualmente tal transformação das copas europeias, preparamos um mapa com os 96 clubes participantes em 2021/22. É interessante notar como as fronteiras avançam à medida que o nível do torneio se reduz, o que auxilia também na distribuição de dinheiro. A Champions, por exemplo, traz equipes de 14 federações – com 16 das 32 equipes representando as quatro grandes ligas. A Liga Europa, por sua vez, reúne representantes de 20 federações – sendo oito das quatro grandes ligas. Por fim, a Conference se espalha por 26 países, e só três times vêm das quatro grandes ligas.

Abaixo, o mapa com os clubes das três competições europeias. Você pode selecionar qual deseja ver através do painel à esquerda. Vale lembrar que alguns escudos estão sobrepostos, então é preciso aproximar o zoom para visualizar melhor e diferenciá-los. Ainda assim, o plano geral passa uma boa noção de como as fronteiras se expandiram – de Portugal ao Cazaquistão, de Israel à Noruega:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *