Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Após Suárez, Cavani pode desembarcar na América do Sul

Cavani pode jogar na América do Sul.

Crédito: Divulgação – Uruguai

Apesar dos rumores envolvendo um acerto com o Villarreal, Edinson Cavani segue sem clube. Por conta disso, o nome do uruguaio voltou a ser ventilado nos bastidores do Boca Juniors, que esteve perto de um acerto durante a passagem do jogador pelo Manchester United. Sendo assim, como a Copa do Mundo está cada vez mais próxima, o estafe do craque pode olhar com carinho para um projeto de carreira ambicioso.

Segundo o jornal Olé, que consultou pessoas próximas a Cavani, o atleta possui o sonho de ganhar a Copa Libertadores. Além disso, os familiares do centroavante entendem que o momento é propício para um retorno ao futebol sul-americano, já que todos os parentes ficariam próximos.

Da comitiva de Cavani, eles garantem que não seria um mau momento para Edinson usar o azul e o dourado. Eles (pessoas do estafe) nem descartam um vínculo por mais tempo para que o artilheiro “ajude o Boca a ganhar a Copa” . Estar perto de seu país, e ter a oportunidade de treinar por alguns dias com a equipe de Diego Alonso, também será um argumento importante na hora de tomar uma decisão. E sua família também começou a ser picada pelo bichinho de voltar para a América do Sul”, relatou o diário.

Boca diz ter dinheiro para pagar Cavani

Sobre a operação, o Boca Juniors, de acordo com o veículo, assegura que o dinheiro destinado para a contratação de Vidal será convertido para pagar Cavani. Para atuar na temporada em andamento, ele teria que assinar contrato até 8 de agosto. Além disso, a equipe argentina enxerga que o astro da seleção uruguaia e Benedetto podem jogar juntos, motivo pelo qual uma saída do camisa 9, no momento, não é avaliada pela diretoria.

“Ele me chamou em janeiro (de 2021) para ver se tinha a possibilidade de vir. Ali me dei conta que quer jogar no nosso clube. Esperamos em algum momento ter a sorte de ver ele festejar um gol em La Bombonera, que é o que ele sonha que aconteça”, relatou Riquelme, vice-presidente do Boca Juniors, à TNT Sports Argentina.

Para fechar com Cavani, o Boca confia na ótima relação do jogador com Riquelme. Disposto a fazer do clube xeneize uma força na América do Sul mais uma vez, o ídolo argentino pode ser crucial para um eventual embate de estrelas, em 2023, com Suárez, que fechou com o Nacional-URU.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *