Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Atacante do Volta Redonda elogia campanha no Brasileirão Série C e fala do próximo jogo


Luizinho é um dos destaques do Volta Redonda no Brasileirão Série C

Crédito: Raphael Torres/ Volta Redonda

Saindo na maioria das vezes do banco de reservas, o atacante Luzinho virou uma espécie de “décimo segundo jogador” no Volta Redonda na Série C do Campeonato Brasileiro. O jogador de 27 anos tem ajudado a equipe no decorrer da competição. 

O ponta-direita é veloz, habilidoso e veloz. Além disso, chama a atença pelo drible curto, passes milimétricos e cruzamentos certeiros. Diante disso, o atacante passou a ser utilizado com frequência pelo técnico Rogério Corrêa. 

O atleta, que foi formado pelas categorias de base do Santo André, exalta a boa campanha do time no Brasileirão Série C e avaliou o próximo adversário. Com 19 pontos, o Volta Redonda é o quatro colocado na competição. O líder é o Amazonas com 24. 

“Estamos no caminho certo, dentro de casa precisamos pontuar, então vamos com tudo nessa rodada novamente. Vamos receber o líder do campeonato, mas estamos bem confiantes de que vamos fazer nosso papel”, disse. 

O acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro é o maior objetivo do clube nesta temporada. O Volta Redonda conseguiu manter o técnico Rogério Corrêa, segurou os principais jogadores do elenco e, principalmente, fez boas contratações no mercado da bola. 

Nesta temporada, por exemplo, Luizinho disputou 26 partidas pelo Voltaço. Foram nove no Brasileirão Série C, quatro na Copa do Brasil e 13 no Campeonato Carioca. Além disso, marcou dois gols, fez uma assistência e totalizou 1352 minutos em campo. 

Sua estreia foi no dia 14 de janeiro de 2023, quando o time da Cidade do Aço emparou por 0 a o com o Nova Iguaçu, no Estádio Jânio Moraes, na Baixada Fluminense na primeira rodada do Campeonato Carioca. Na ocasião, o ponta-direita ficou 62 minutos em campo. 

A carreira de Luizinho 

Luizinho surgiu para o futebol nas divisões de base do Santo André em 2011. Posteriormente, atuou por Ponte Preta, Atibaia, Portuguesa, Ituano, São Caetano, Figueirense, Amazonas e Volta Redonda. No exterior, defendeu o Granada e o Liñares, ambos da Espanha. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *