24 de outubro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Atlético-MG recebe sondagem da Fiorentina por Guga; valores não agradam, mas clube admite negociar lateral

Crédito: Divulgação/ Atlético-MG

O mercado da bola no Atlético-MG continua a agitado após a contratação do atacante Diego Costa. Entretanto, o clube lida diariamente com o assédio externo aos seus jogadores. O Torcedores.com apurou que o lateral-direito Guga é a bola da vez.

Ainda segundo apurou a reportagem, o Atlético-MG recebeu uma sondagem da Fiorentina pelo defensor. No entanto, os valores iniciais apresentados pelos italianos não agradaram a diretoria alvinegra em um primeiro momento.

De acordo com fontes ligadas a negociação, o empresário do jogador, Giuliano Bertolucci, é quem iniciou as tratativas com o Atlético-MG. De imediato, a diretoria recusou a proposta de 8 milhões de euros (R$ 49,1 milhões, pela cotação atual) do clube italiano.

Caso o jogador cumprisse metas estabelecidas em contrato, o Galo poderia ganhar mais 2 milhões de euros (R$ 12,2 milhões) em bonificações. Ou seja, o valor total poderia chegar à casa de 10 milhões de euros (R$ 61,4 milhões) durante o vínculo.

Segundo um dirigente consultado pela reportagem, o clube não descarta negociar o jogador, mas entende que a quantia apresentada poder ser maior. Afinal, Guga, mesmo sendo reserva no time alvinegro, tem grande potencial de mercado.

O Atlético-MG, por sua vez, consideraria uma proposta na ordem de 12 milhões de euros (R$ 73,6 milhões). Além disso, o clube não abre mão de manter uma porcentagem de Guga para o caso de uma venda futura, então todos esses parâmetros fazem parte do contato inicial.

Apesar de no primeiro momento o Atlético-MG ter recusado o valor, a negociação pode ganhar novos capítulos. Nos bastidores, alguns dirigentes afirmam que a negócio tende a ser finalizado até o dia do encerramento da janela de transferências da Europa.

Atlético não quer perder a venda

O Atlético-MG enxerga em Guga a possibilidade de fazer caixa, pois o clube precisa fazer caixa coma venda de jogadores após investir nas contratações dos astros internacionais como Diego Costa, Hulk e Nacho Fernández.

A necessidade de reforçar os cofres, porém, não fará com que o presidente Sérgio Coelho e executivo de futebol Rodrigo Caetano liberem atletas por qualquer valor, principalmente esses que fazem parte de um grupo com alto potencial de venda a clubes europeus.

Em janeiro de 2019, o Atlético-MG investiu R$ 8 milhões pela compra de 75% dos direitos econômicos do atleta. Na época, Sérgio Sette Câmara, então presidente do clube, atravessou a negociação do Flamengo com o defensor.

O restante do passe pertence ao Avaí. Seu contrato com o Galo vai até dezembro de 2023. Pelo clube, disputou 100 jogos e marcou 2 gols. Nesse ínterim, conquistou o Campeonato Mineiro (2020 e 2021).

LEIA MAIS: 

Muitas lesões e escassez de gols: o que a última temporada mostrou de Diego Costa, do Atlético-MG 

Atlético-MG: Contratado com fama de artilheiro, Diego Costa tem poucos gols na carreira 

Quantos gols Diego Costa, novo reforço do Atlético-MG, tem na carreira?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *