Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Botafogo define destino de emprestados em 2023; confira


Crédito: Divulgação/Instagram Oficial Molenbeek

O Botafogo ainda busca entrar de vez no mercado da bola antes da próxima temporada, mas também terá que definir algumas situações de seus atletas. Em especial, aqueles que estão emprestados para outras equipes.

Ao todo, 11 jogadores estão cedidos pelo Glorioso para times do Brasil e do exterior, muitos só voltando após o final da temporada europeia, em junho. Ainda assim, há a chance de que poucos sejam aproveitados no elenco comandado por Luís Castro em 2023, segundo o GE.

O único que pode ter alguma chance de jogar é Klaus. O zagueiro voltou de empréstimo do Atlético-GO e fará parte do elenco ‘alternativo’ botafoguense que disputará o Campeonato Carioca. No entanto, a diretoria pode pensar em negociar o atleta, que veio antes da chegada de John Textor para comandar a SAF do clube.

Dos atletas que também foram emprestados para times brasileiros, Chay (Cruzeiro) e Ronald (Novorizontino) são os que retornam, mas ambos não serão aproveitados no time que jogará o Estadual. A dupla deverá ser novamente emprestada para outros clubes ou negociada em definitivo.

Ainda há Diego Loureiro (Atlético-GO), Gabriel Conceição (CRB) e Fabinho (Sport) que jogaram por clubes brasileiros a temporada. O trio já está acertado para continuar em suas respectivas atuais equipes para 2023 e não retornarão ao Botafogo. O mesmo deve acontecer com os atletas cedidos a clubes do exterior, ao menos neste começo de ano.

Erison (Estoril) e Sousa (Cercle Brugge) deverão terminar a temporada europeia nas respectivas equipes, com o primeiro buscando se firmar novamente depois de perder a titularidade no time português e o último voltando de lesão. Algo que também deve ser aplicar aos atletas que foram para outro time de propriedade do acionista majoritário do Fogão, Molenbeek.

Luís Oyama, Vinícius Lopes e Juninho estão na equipe belga por meio do intercâmbio promovido por Textor. Destes, Oyama e Vinícius tem sido usados e poderão não retornar ao Glorioso até o final da temporada. Juninho, que não vem atuando, possui chance de voltar, mas dependerá do que o time belga decidir.

–>

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *