Agora Esportes

As principais notícias do esporte

CEO fala após Mourinho ser colocado como “técnico” de Portugal


Crédito: Reprodução

Com o término da Copa do Mundo, as principais seleções procuram se organizar para as próximas competições que serão disputadas nos próximos anos. Algumas dessas tiveram finais de ciclos durante o Catar, casos de Brasil, Portugal e Bélgica, por exemplo. Todos esses estão procurando por novos treinadores após os desempenhos decepcionantes em 2022.

Portugal, que é uma das melhores seleções do mundo no momento, está na procura por um nome para substituir o veterano Fernando Santos, que saiu após a queda no Catar nas quartas de final. Recentemente, rumores tem mencionado que José Mourinho, atual treinador da Roma, poderia ser o novo comandante da equipe lusitana.

Porém, essas informações ainda não têm fontes oficiais e o CEO da Roma, Tiago Pinto, comentou durante uma entrevista à “La Gazzeta dello Sport” sobre a “questão Mourinho”:

“Quando se contrata um treinador como o Mourinho há que estar preparado para os boatos. Nestes 18 meses não foi a primeira vez que outro clube ou federação se interessou por ele… Mas no Algarve não sofremos qualquer distração”, falou o CEO da equipe italiana, se referindo ao local onde o time passou a “pré-temporada” há alguns dias, antes da retomada das competições após a Copa do Mundo. Ele ainda acrescentou:

“O nosso único objetivo era melhorar para voltar a ganhar de imediato. Sou português, sempre que Portugal muda de treinador falamos do Mourinho… Mas contamos seguir em frente com ele.”, concluiu o CEO da Roma, durante a entrevista.

José Mourinho não vinha tendo um bom desempenho nos últimos anos, tendo falhado quando tentou comandar no Tottenham, na Premier League. Com a falta de oportunidades nas equipes da elite europeia, o veterano aceitou comandar a Roma.

Foi ali, na capital italiana, que o treinador português realizou a sua primeira conquista que o coloca de volta a prateleira mais alta do futebol. Ele venceu a Conference League da última temporada, derrotando na final o Feyenoord.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *