Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Clube ucraniano quer antecipar compra de atacante emprestado pelo Internacional


João Peglow foi emprestado ao Dnipro pelo Internacional

Crédito: Divulgação/ Dnipro

O Dnipro está se organizando para uma reunião com o Internacional e estafe de João Peglow para discutir a compra dos direitos econômicos do atacante de 21 anos. O camisa 10 tem contrato com o clube ucraniano até dezembro de 2023. 

O Torcedores.com apurou que já houve uma conversa preliminar entre representantes ucranianos e o Cruzeiro. O empresário Renato Figueiredo, que cuida dos interesses do atleta, é quem comanda as negociações. 

O contrato de cessão de João Peglow não tem valor de compra fixado do passe. O acordo, portanto, exige um diálogo entre as partes. Além disso, há uma cláusula no vínculo de empréstimo que exige a liberação do jovem em caso de proposta de outros clubes europeus. 

O Dnipro pode igualar as ofertas, mas quer se antecipar a um possível interessado. Isso por quê, João Peglow foi sondado recentemente por clubes da Bélgica, Bulgária, Polônia e Portugal. As conversas ainda não foram convertidas em propostas ao jogador. 

Ainda segundo apurou a reportagem, o Internacional tem interesse numa negociação em definitivo. A ideia da diretoria colorada é utilizar o dinheiro de uma eventual venda para aumentar a margem de investimento do clube na próxima janela de transferência. 

João Peglow está emprestado ao Dnipro até dezembro de 2023. Ele tem contrato com o clube gaúcho até julho de 2024. A multa rescisória está fixada em 10 milhões de euros (R$ 53,5 milhões, na cotação atual). 

Números de João Peglow no Dnipro 

Na atual temporada, João Peglow é um dos principais nomes do Dnipro. O camisa 10 disputou 14 partidas, marcou 3 gols, fez 2 assistências e somou, até o momento, 817 minutos em campo. Pelo Internacional, o garoto disputou 25 jogos com a camisa colorada, com dois gols assinalados. 

Depois disso, o atacante foi para o Porto, de Portugal, onde atuou pela equipe B. Posteriormente, em 2022, teve passagem de pouco brilho pelo Atlético Goianiense. Além disso, atuou pelas seleções de base do Brasil.

Veja o gol que encerrou o jejum de Luiz Adriano no Internacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *