Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Com aval de Felipão, Athletico compra direitos econômicos de joia da base do Sport

Felipão em ação pelo Athletico

Crédito: Divulgação/ Athletico Paranaense

O volante Carlos Eduardo, o Biro, considerado grande revelação das divisões de base do Sport Recife, foi comprado de forma definitiva pelo Athletico Paranaense. O Furacão decidiu investir em sua contratação após receber aval do técnico Luiz Felipe Scolari.

O Torcedores.com apurou que o Athletico Paranaense adquiriu 70% dos direitos econômicos de Carlos Eduardo por R$ 350 mil. O Sport, por outro lado, ficará com 30% do passe a fim de lucrar com uma negociação futura.

A compra de Carlos Eduardo estava prevista em cláusula contratual. Contratado por empréstimo em 2020, o meio-campista chegou sem custos e conseguiu se destacar a ponto de chamar a atenção de Felipão.

Na atual temporada, por exemplo, Biro disputou 10 partidas pelo Furacão: quatro no Campeonato Brasileiro sub-20, quatro na Copa São Paulo de Futebol Júnior e duas no Campeonato Paranaense. Além disso, marcou um gol e somou 823 minutos em campo.

Com boas atuações, foi convocado por Felipão para integrar o grupo principal nos últimos treinos do Furacão. Desde então, vem ganhando espaço com o treinador que faz planos de utiliza-lo em algumas partidas da Série A do Campeonato Brasileiro.

Biro, inclusive, está inscrito pelo Athletico na Copa Libertadores da América. Ele ganhou da diretoria rubro-negra a camisa 31. Apesar disso, ele ainda não disputou uma partida com o grupo principal em 2022.

Ainda segundo apurou a reportagem, Carlos Eduardo assinou contrato com o Athletico Paranaense até dezembro de 2025. O acordo prevê bonificações por metas atingidas e premiações por títulos conquistados.

A multa rescisória é de 20 milhões de euros (R$ 105,1 milhões, pela cotação atual) para evitar que o jogador seja assediado por clubes do exterior.

As características

Volante de origem, Carlos Eduardo desempenha com destaque o papel de elo entre o meio e ataque. Além disso, chama a atenção pela forma como usa o corpo para ‘esconder’ a bola. Tem boa visão de jogo, passe preciso e arma o time para os meias e laterais avançarem.

Internamente, Carlos Eduardo tem seu estilo de jogo comparado com o de Fernandinho pelas arrancadas a partir do meio. Ele tem boa resistência, o que lhe permite deslocamentos defesa-ataque-defesa durante os 90 minutos.

A carreira

Nascido em Águas Vermelhas, em Minas Gerais, Carlos Eduardo Santos, ingressou nas divisões de base do Sport Recife em 2019. Ele é, inclusive, da mesma geração que revelou o zagueiro Pedro Lucas, do São Paulo, o atacante Gabriel Stevanato, do América-MG, entre outros.

De acordo com o departamento técnico do clube pernambucano, ele soma 57 partidas com a camisa rubro-negra: 25 pela equipe sub-15 e 32 pelo time sub-17. Nesse meio tempo, conquistou o Campeonato Pernambucano sub-17 (2019).

Bastidores do encontro de Abel Ferreira e Felipão no Allianz Parque. Veja o vídeo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *