Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Corinthians deve fazer força para vender Róger Guedes na primeira oferta

Crédito: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians

O técnico Vitor Pereira deixou de forma bem clara sua insatisfação com a postura de Róger Guedes no Corinthians. O atacante não foi aproveitado pelo treinador durante o clássico contra o São Paulo, disputado na Neo Química Arena, e ficou no banco de reservas pelo segundo jogo consecutivo – além de ter perdido a vaga no time titular sob o comando do comandante português.

Segundo o jornalista Jorge Nicola, o Corinthians não deve fazer nenhum esforço para segurar o atacante de 25 anos em caso de oferta do exterior na janela de transferências do meio do ano. O clube do Parque São Jorge detém apenas 40% dos direitos econômicos de Róger Guedes, enquanto os outros 60% estão ligados ao próprio jogador.

— Pra mim está muito na cara que, diante da primeira proposta que aparecer, o Corinthians vai fazer força para vendê-lo. E o Róger Guedes também vai tentar acelerar o processo de saída — disse Nicola em seu canal no Youtube.

Nicola também falou sobre a possibilidade de Róger Guedes retornar ao Atlético-MG, clube onde o jogador passou por um curto período na temporada de 2018, quando disputou 28 jogos e marcou 13 gols, além de três assistências.

— Teve torcedor do Atlético-MG especulando a possibilidade de retorno do atacante. Não acredito nessa possibilidade porque pra tirar o Róger Guedes do Corinthians hoje, será necessário uma proposta de muitos milhões de euros e o  Atlético já demonstrou que não tem intenção de gastar grana.

Róger Guedes foi contratado pelo Corinthians em agosto do ano passado após rescindir seu contrato com o Shandong Luneng, da China – o clube Alvinegro desembolsou R$ 16,7 milhões de luvas para adquirir 40% dos direitos econômicos do atacante. Pela equipe, são 42 jogos disputados e 14 gols marcados.

Entrevista polêmica de Vitor Pereira sobre Róger Guedes:

Em entrevista coletiva após o empate por 1 a 1 no clássico contra o São Paulo pela rodada do Brasileirão, em Itaquera, Vitor Pereira foi questionado sobre o motivo de não ter colocado Róger Guedes em campo – mesmo diante dos pedidos da torcida presente no estádio. 

– Não tenho problema pessoal nenhum com nenhum jogador. Estou aqui para ajudá-los, para que melhorem em qualidade. Mas eu tenho que fazer a equipe e escolher as substituições em função do que eles me dão em treino e jogo. Portanto, o Róger que já teve momento bom, fez gols, hoje é um jogador que está com alguma dificuldade de responder mesmo em termos de treino, em termos de lutar para dar a volta — disse Vitor Pereira.

– Tomara eu que ele me transmitisse a confiança para contar com ele para alterar um jogo ou começar uma partida. Mas eu não estou sentindo esta confiança. Isto não quer dizer que ele não queira, não estou dizendo isso. Mas nem em termos de treino, nem em termos de jogo, as indicações são essas. Não posso tomar decisões com base no nome do Róger Guedes ou do que ele já fez, mas do que ele está fazendo agora –  acrescentou o treinador.

VP também falou sobre a questão do posicionamento de Róger Guedes, que já deixou claro o desejo de atuar aberto pelo lado esquerdo do ataque, onde Willian tem sido utilizado, enquanto o treinador tem a preferência de utilizá-lo mais centralizado, como falso 9.

– Se me perguntar, eu queria treinar o Liverpool, com todo respeito que tenho ao Corinthians. Aqui não é o que queremos, no meu conceito, em termos de jogo, não é o que queremos, é o que a equipe precisa. Às vezes a equipe precisa do Róger na esquerda, em outras é dele no meio, ou na direita – disparou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *