18 de janeiro de 2022

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Entenda a negociação entre América-MG e Benfica por Germán Conti

Crédito: Divulgação/ Benfica

Antes de mais nada, Germán Conti é uma das contratações mais badaladas do América-MG. Ele chega ao clube para a disputa da Copa Libertadores da América em 2022. O zagueiro foi um dos destaques do Bahia apesar do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

O Torcedores.com apurou que o América-MG precisou fazer uma força-tarefa para impedir que o Benfica, dono de seus direitos econômicos, negociasse o argentino com outras equipes do futebol brasileiro como Internacional e Santos.

Além da vontade do jogador em defender o Coelho, o presidente Alencar da Silveira Jr precisou apresentar um plano de carreira para convencer Germán Conti aceitar a proposta do América-MG.

Depois de pouco mais de um mês de negociação, os representantes do atleta conseguiram a liberação junto ao Benfica. Afinal, o clube português não pretendia reintegrá-lo ao elenco apesar da lesão de Lucas Veríssimo.

Nesse meio tempo, Germán Conti nunca escondeu o desejo de seguir no futebol brasileiro. Isso, evidentemente, foi fator importantíssimo para que o acordo fosse costurado a ponto de não dar chance para os rivais, que tentaram atravessar a negociação.

Ainda segundo apurou a reportagem, o Benfica emprestou Germán Conti após o América-MG aceitar as seguintes premissas: opção de compra dos direitos fixada em 1,5 milhão de euros (R$ 9,5 milhões, pela cotação atual) e o pagamento integral dos vencimentos do atleta.

Outro ponto que sensibilizou Germán Conti foi a disputa da Copa Libertadores da América. O time conseguiu vaga no torneio mais importante do continente após ficar em oitavo no último Campeonato Brasileiro ficando à frente de rivais como Santos, Internacional e São Paulo.

A carreira de Germán Conti

Revelado pelo Colón, Germán Conti surgiu como grande promessa do futebol argentino. Após defender as seleções de base de seu país, o zagueiro foi negociado com o Benfica por 3,5 milhões de euros (R$ 22,1 milhões, à época).

Apesar disso, o defensor nunca conseguiu se firmar no clube encanado. Nesse ínterim, disputou 10 jogos e fez um gol entre 2018 e 2019. Posteriormente, foi emprestado ao Atlas, do México, onde também não brilhou.

Em 2021, por exemplo, foi destaque do Bahia apesar do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Ao longo da temporada, defendeu o clube em 45 oportunidades, sendo cinco na Copa Sul-Americana, 28 no Campeonato Brasileiro, cinco na Copa do Brasil e sete na Copa do Nordeste.

LEIA MAIS: 

Jorge Jesus no Atlético-MG: Benfica planejava que técnico virasse dirigente do clube após aposentadoria 

Jorge Jesus no Atlético-MG: Ricardo Guimarães é peça-chave na negociação com ex-técnico do Benfica 

Bastidores: o que impede a saída de Jorge Jesus do Benfica? 

Por que Jorge Jesus é tão amado e odiado pelos torcedores do Benfica?

Santos recusou Endrick? Garoto foi oferecido, mas o Santos diz que não tinha como concorrer com a proposta do Palmeiras  

Richarlyson, ex-São Paulo, é anunciado como novo comentarista da Globo  

Atlético-MG recebe proposta da Itália por Nathan Silva; veja os detalhes  

Mercado da Bola: Flamengo pode fechar a saída de mais um jogador para 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *