18 de janeiro de 2022

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Ex-Botafogo e Internacional, Roger Silva revela inspiração em nomes da nova geração para iniciar carreira de treinador

Crédito: Divulgação/ Athletic

Antes de mais nada, o ex-atacante Roger Silva, com passagens por Botafogo, Fluminense, Corinthians e Internacional, se aposentou do futebol profissional durante a temporada de 2021.  Pela Inter de Limeira foram 12 jogos e dois gols marcados até resolver, aos 36 anos, deixar o futebol como jogador.

Desde então, passou a se dedicar aos estudos para obter Licença Pro da CBF para desempenhar a função de treinador. O primeiro desafio foi justamente na Inter de Limeira, mas agora Roger comandará o Athletic na próxima edição do Campeonato Mineiro.

Ao Canal de Youtube “Esporte Press Brasil”, Roger falou sobre a sua nova aventura na carreira. Além disso, revelou o motivo que o fez encarar o desafio de ser treinador. O ex-atacante, por sua vez, lembrou que fizeram com que ele abraçasse o cargo para viver novamente todas as emoções do futebol.

“Antes mais anda, no ano passado eu fui para o Operário e fiz sete jogos sem o clube vencer. Queria ficar perto da minha família, sentei com o presidente e pedi para sair. Posteriormente, o Thiago Carpini me ligou e disse que eu não podia parar e, por isso, me chamou para a Inter de Limeira. Falei que eu não queria mais competir, mas ele me convenceu a ficar mais um pouco no futebol. Posteriormente, eu me aposentei e veio o convite para ser gerente de futebol da Inter em busca da Série D. Cheguei a trazer o Coelho, mas ele não se adaptou e na parte final do campeonato montamos uma estratégia e eu comandei o time em alguns jogos. Voltou a adrenalina e veio a vontade de ser treinador”, explicou Roger.

Roger Silva aponta ex-técnico do Botafogo como uma das referência

Roger Silva também abordou o seu perfil de comando como técnico e citou alguns treinadores que lhe inspiram na atualidade. Como técnico da nova geração, o ex-jogadores citou treinadores com os quais trabalhou e que também estão iniciando uma carreira de maior destaque no futebol brasileiro.

“O treinador que até hoje eu gosto de ver é o Vagner Mancini. O time dele talvez não inicie muito bem os jogos, mas consegue terminar muito bem. Ele tem uma leitura muito boa do jogo. Outro que eu gosto muito é o Jair Ventura. É um cara que treina em alta intensidade e gosta de um jogo de linhas próximas. Mas também tem outros como Maurício Barbieri e Jorginho” finalizou Roger.

Agora tendo Roger como novo treinador, o Athletic vai disputar mais uma vez a elite do Campeonato Mineiro. Na última edição da competição, a equipe terminou na 8ª colocação, com 13 pontos conquistados. Já no Troféu Inconfidência, competição disputada por equipes do interior de Minas Gerais, o Athletic caiu na semifinal para o URT após derrota nos pênaltis.

LEIA MAIS: 

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato 

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato 

Em fim de contrato, Felipe Ferreira não terá contrato renovado com o Botafogo 

Cria da base, atacante Ênio projeta sequência pelo Botafogo em 2022 

Botafogo sobe proposta para renovar com Rafael Navarro e aguarda “sim” do atacante; saiba os detalhes 

Botafogo inicia negociação para renovar contrato de Gilvan; saiba os detalhes

Ronaldo abre o jogo e diz quem deveria ser o treinador da seleção

Confira 5 promessas que se destacaram no Campeonato Brasileiro

Primeiro reforço do Palmeiras, técnicos descartados no Flamengo e Abel pode assumir seleção: as notícias do futebol hoje (3)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *