Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Internacional tem ex-Flamengo como um dos principais alvos no mercado


cuellar-ex-flamengo-internacional

Crédito: cuellar-ex-flamengo-internacional

A busca por volantes segue no Internacional, mesmo com as chegadas de Gabriel Baralhas e Charles Aranguiz. Segundo publicação do Goal.com, o clube gaúcho quer buscar um atleta sem ter que gastar alto pela aquisição, tendo um velho conhecido do futebol brasileiro como alvo no mercado.

O atleta em questão é o volante Gustavo Cuéllar, ex-Flamengo, que está no Al Hilal, da Arábia Saudita. O jogador teria concordado em voltar ao Brasil, onde ficou por mais de três anos, saindo em 2019 para o futebol árabe. O problema para a contratação é o Al Hilal, que não quer liberar o jogador até julho.

Além disso, a ideia do time saudita é receber 5 milhões de dólares, ou mais de R$ 26 milhões, pelo ex-Flamengo. Entretanto, o Internacional pretende pagar no máximo 2 milhões de dólares, ou mais de R$ 10,5 milhões, pelo atleta.

Além do Internacional, o Vasco também chegou a sondar a situação de Cuéllar. Antes da disputa do Mundial, o time carioca monitorou o atleta, mas tomou conhecimento que ele não seria liberado. Mesmo com a negativa, o colombiano respondeu que gostaria de retornar ao futebol brasileiro. Ele ainda teria deixado claro que reduziria seus salários, que atualmente são de quase R$ 20 milhões por temporada na Arábia Saudita.

Outro alvo na mira do Internacional

O volante Fabrício Diaz, do Liverpool-URU, é mais um que está na mira do Internacional para a posição. O jogador tem sido monitorado pelo clube gaúcho, mas também por outros clubes, segundo o Goal.com. O Colorado tem a concorrência de Flamengo, Palmeiras e Corinthians, que avaliam fazer o investimento no jovem meio-campista de 20 anos. O contrato de Díaz com o Liverpool-URU é válido até 31 de maio de 2026 e a pedida dos uruguaios é 6 milhões de dólares, ou mais de R$ 31 milhões pelo atleta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *