Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Michael Olise recusa transferência para o Chelsea e decide ficar no Crystal Palace; entenda | Torcedores


Crédito: Reprodução/Twitter/Crystal Palace

Uma reviravolta impressionante nesta quinta-feira atrapalhou o plano dos blues de contratarem o atacante Michael Olise, destaque do Crystal Palace, da Premier League.

Segundo informações da BBC, do Chelsea ativou a cláusula de rescisão de 35 milhões de libras estipulada no contrato de Olise para contratá-lo junto ao Crystal Palace. Entretanto, o atleta, que está lesionado no momento, recusou a transferência e optou por permanecer no pequeno time de Londres.

Além disso, o Crystal Palace ainda conseguiu outro feito ao renovar ainda nesta quinta-feira o contrato do atacante, que assinou um novo acordo com validade até 2027, descartando assim qualquer saída dele nesse momento.

A informação foi confirmada também pelo presidente do clube, Steve Parish, que postou a novidade nas redes sociais e comemorou a “vitória” sobre o Chelsea ao anunciar a renovação de contrato do maior destaque do time inglês.

Quem ficou feliz com a notícia foi o treinador do Crystal Palace, Roy Hodgson, que comemorou a renovação:

“É a melhor notícia que poderíamos ter. Eu estava preocupado. É sempre preocupante quando um clube com o tamanho do Chelsea se interessa por um jogador e as pessoas sugerem que uma transferência pode ser a melhor aposta. Eu sempre esperei que não seria o caso e que Michael perceberia que, ainda tão jovem, seu futuro aqui é muito brilhante e podemos ajudá-lo a chegar muito rapidamente ao próximo nível. A decisão foi dele”, ressaltou o treinador.

Chelsea procura atacante para a vaga de Nkunku

A tentativa dos blues em contratar o jovem atacante do Crystal Palace é motivada pela lesão de Christopher Nkunku, maior contratação da equipe de Mauricio Pochettino nessa janela de transferências.

Sem o francês, o Chelsea volta a se defrontar com a falta de opções no setor ofensivo, sendo que a baixa quantidade de gols marcados foi o principal problema da equipe da terrível campanha do time em 2022/23, quando chegou a correr riscos de rebaixamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *