Agora Esportes

As principais notícias do esporte

PSG oferece Neymar para o Manchester City e clube inglês responde

Crédito: Divulgação – PSG

Ainda que seja visto como parte essencial do esquema que será implantado por Christophe Galtier no PSG, Neymar perdeu o status de inegociável no clube. Por conta disso, o jornal Le Parisien afirma que a gestão de Nasser Al-Khelaifi tentou negociar o camisa 10 com o Manchester City, que busca uma peça de reposição para Sterling. Neste cenário, um acordo de troca envolvendo Bernardo Silva poderia ser fechado entre as partes.

Ciente do interesse do PSG em se desfazer de Neymar, a resposta do City foi ‘não’. Mesmo com a oportunidade de trazer uma grande estrela para o elenco, a equipe inglesa entende que o craque, atualmente, não se encaixaria no time de Guardiola. Além disso, o alto salário do atleta, que embolsa 4 milhões de euros por mês, também foi levado em conta para a recusa. Em 2021, o treinador rasgou elogios para o astro da seleção brasileira, mas a parceria, por enquanto, não irá acontecer.

“Como espectador, eu me divirto toda vez que o vejo. É legal ver sua plasticidade e personalidade. Ele tem o Brasil nas costas. Não é fácil vestir aquela camisa 10. Se Neymar tivesse ficado no Barcelona, eles teriam vencido mais duas ou três Champions. Eu sou um grande admirador, pois acho que ele faz nosso futebol ser melhor.”, relatou o espanhol.

Além do Manchester City, Neymar teve seu nome ligado ao Chelsea, Manchester United e Newcastle. Porém, nenhum dos clubes citados decidiu abrir conversas com o PSG, motivo pelo qual o atacante deve ficar em Paris na próxima temporada. Focado nos trabalhos de pré-temporada, o brasileiro não deu indícios que deseja sair, já que uma transferência poderia afetar seu rendimento na Copa do Mundo.

Galtier pediu permanência de Neymar no PSG

Interessado em fazer de Neymar o principal articulador do time, o sucessor de Pochettino pediu para o PSG não vender o atleta. Diante disso, a tendência é que o craque tenha todo o espaço necessário para apresentar o melhor futebol em campo.

“Um time é sempre mais forte com grandes jogadores. E Neymar é um deles. Sim, fui claro (sobre a permanência de Neymar). Repito, nesta área de competência, há muitas coisas que eu não posso dominar. Vou me adaptar ao elenco que tenho, quero o mais rápido possível. Temos que reduzi-lo, mas eu quero o máximo possível“, disse ao jornal L’Equipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *