Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Riquelme comenta situação de Rossi no Boca; goleiro já quis o Flamengo

agustin rossi boca juniors goleiro flamengo riquelme

Crédito: Divulgação / Boca Juniors

O ex-jogador Juan Román Riquelme, atual vice-presidente de futebol do Boca Juniors, abriu o jogo sobre a situação do goleiro Agustín Rossi, cujo contrato se encerra em 2023. O astro já esteve na mira do Flamengo e teria revelado a vontade de vestir a camisa do Rubro-Negro em conversa vazada à imprensa no mês passado.

O arqueiro foi titular no “Superclássico” deste domingo (11) vencido por 1×0 diante do River Plate na Bombonera, em Buenos Aires. Com uma atuação decisiva, o atleta de 27 anos foi festejado pelos torcedores e recebeu muitos elogios por parte das pessoas ligadas ao time Xeneize. O ídolo aposentado do clube foi um dos que o elogiaram:

“Rossi nos dá muita segurança”, afirmou Riquelme em entrevista à ESPN após o jogão que parou a Argentina. Quando perguntado sobre uma possível renovação, ele revelou detalhes das conversas com seus representantes: “Foi feita uma proposta e ele a tem sobre a mesa”. Segundo Román, a extensão do contrato depende apenas da vontade do jogador.

Rossi quis (ainda quer?) jogar no Flamengo em 2023

A informação do repórter Wilson Pimentel, do Torcedores.com, tratou de uma possível aproximação do goleiro com o Flamengo no mês passado. Insatisfeito no clube, o argentino estava disposto a abrir mão dos valores que tem a receber até o final do vínculo – que se encerra em junho de 2023 – e se juntar ao Rubro-Negro já em janeiro.

Goleiro foi problema na temporada

O plantel da equipe carioca sofreu com altos e baixos dos seus arqueiros nas competições em 2022. Depois de um período de rotação na posição, com Hugo Neneca, Diego Alves e Santos, Dorival Júnior tratou de dar um fim às discussões e colocou o último, ex-Athletico-PR, como seu homem de confiança na meta.

Da lista citada, apenas o veterano Diego Alves não tem a sua permanência confirmada para a próxima temporada. Seu contrato vai até dezembro e ele já fala em tom de despedida: “Sou grato por tudo que me aconteceu aqui no Flamengo. Agora, é poder curtir. Lógico, trabalhar, competir, que é a nossa vida, está no nosso sangue”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *