Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Rodrigo Coutinho rechaça “justificativa” de o Palmeiras não contratar nomes de peso | Torcedores


(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Crédito: (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O Palmeiras ainda não contratou nenhum nome de peso para preencher os espaços das saídas de Gustavo Scarpa e Danilo. Os atletas que antes eram figuras certas no elenco titular, a Diretoria assumiu o intuito de preservar o ambiente, mas para o colunista Rodrigo Coutinho do Portal UOL, não é uma desculpa adequada, confira.

Rodrigo Coutinho critica Palmeiras

Abel Ferreira e Leila Pereira já haviam avisado desde o final da temporada de 2022, que em 2023 contariam principalmente na sua bem sucedida categoria de base para reforços. Logo, após a promoção de 7 nomes das Crias da Academia, o time ainda ficou sem dois atletas importantes no meio-campo e sofreu na estreia do Campeonato Paulista.

A postura da Diretoria foi duramente criticada pela torcida Alviverde, e também pela mídia esportiva, como Rodrigo Coutinho. O colunista do Portal UOL abordou mais sobre esta questão: “se o futebol fosse videogame, o Palmeiras estaria muito atrás. Mas outras coisas influenciam no futebol A qualidade tática do trabalho A continuidade desse trabalho quando ele é bom. O próprio ambiente, falamos da questão de não chegar uma estrela e minar esse ambiente, isso também é algo que influencia bastante. Salários em dia, estrutura para trabalhar, uma série de coisas. Tudo isso tem aproximado o Palmeiras, que tecnicamente é inferior ao Flamengo, do clube carioca. Até quando isso vai acontecer? A gente não sabe’.

E detalhou: “essa explicação de que não quer contratar uma estrela para não minar o ambiente, para mim é uma justificativa que me convence muito pouco. Quando você vai tentar contratar um jogador hoje, os clubes se cercam de muitas informações sobre esse jogador. E não é só informação de campo não. O trabalho do scouting também é conversar com quem já trabalhou com esse jogador em outros clubes, outros jogadores até no seu elenco, membros da comissão técnica, para entender qual é o comportamento dele, como ele vai reagir. Essa justificativa não me convence. Acho que é um álibi utilizado para minimizar a questão do pouco potencial de investimento que o Palmeiras tem hoje. E isso é uma escolha do Palmeiras, escolheu pagar a dívida com a Crefisa mais rápido, confiando no bom momento que o time vive sob as mãos do Abel Ferreira”.

Assim, atualmente após a pressão de diversas frentes, parece que a Diretoria do Verdão procurará alguém para preencher a vaga de Danilo. Até o momento, o nome mais escutado nos bastidores é o de Matheus Henrique, volante com passagem pelo Grêmio e que joga no Sassuolo da Itália.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *