Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Saiba o que impediu o acordo com o uruguaio

Crédito: Pablo Porciuncula/Getty Images

O Botafogo viu seus planos por Edinson Cavani ruírem nas últimas semanas, mas o negócio ficou perto de ser viabilizado. Segundo publicação do jornal O Globo, a avaliação de pessoas ligadas ao clube carioca é que alguém vazou as negociações e isso prejudicou o andamento das conversas, o que fez Cavani e seu estafe desistirem do negócio.

A ideia, porém, era ambiciosa e por pouco não se concretizou. Cavani chegaria ao Botafogo no fim da temporada e seria não apenas a principal estrela do clube, mas também o principal centro de marketing do Botafogo. Havia, além de um projeto vencedor dentro de campo, um plano pós-aposentadoria para Cavani, que poderia montar sua vida no Rio de Janeiro.

O estafe do jogador e o próprio uruguaio gostaram da ideia e das negociações, encaminhando o acordo de maneira positiva. Porém, os vazamentos para a imprensa atrapalharam o fim das conversas e o jogador desistiu. O entendimento da cúpula do Botafogo, segundo a publicação, é de que o negócio seria fechado caso não houvessem os vazamentos.

Sem Cavani, o Botafogo mudou seu foco para o plano B. A intenção agora é fechar com o atacante israelense Eran Zahavi, que fica sem contrato com o PSV ao fim da temporada e chegaria para ser o principal jogador do elenco.

Cavani deixou o futebol sul-americano há mais de 15 anos

O atacante de 35 anos foi revelado pelo Danubio, do Uruguai, onde atuou como profissional durante poucos meses. Foram 30 jogos e 12 gols marcados, o que chamou a atenção do Palermo, da Itália, que o levou para a Europa. Rapidamente o jogador se tornou referência no clube e se destacou. Em 2010, o Napoli acertou sua contratação por empréstimo de uma temporada, e os números em seu primeiro ano fizeram com que o clube o comprasse em definivo. Foram três anos e incríveis 104 gols com a camisa do clube. Em 2013, o PSG o contratou para seu ambicioso projeto, o transformando na dupla de ataque de Zlatan Ibrahimovic. Ele conquistou seis títulos do Campeonato Francês pelo clube, além de ter se transformado no maior artilheiro da história da equipe francesa, com 200 gols marcados. Deixou o clube em 2020 para atuar no Manchester United, onde está há duas temporadas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *