Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Sampaoli, além de Gabigol, mira outros reforços após chegar no Sevilla

Sampaoli

Crédito: Reprodução

Na manhã de hoje (6), por meio das redes sociais, o Sevilla, da Espanha, anunciou a contratação do treinador argentino Jorge Sampaoli. O comandante chega para substituir Julen Lopetegui.

De acordo com o jornalista Marcos Benito, no programa ‘El Chiringuito’, o treinador argentino, além de pedir Gabigol, teria pedido outros quatro reforços para o Sevilla.

“Sampaoli já pediu contratações para o Sevilla em janeiro. São entre quatro e cinco jogadores. Um dos nomes é Gabigol, atacante do Flamengo. O Sevilla não tem vaga para extracomunitários, então teria que abrir espaço no elenco. É um atacante do gosto de Sampaoli”, apontou o jornalista.

Ainda sobre novos nomes no clube espanhol, de acordo com o portal ‘Vamos Mi Sevilla’, os reforços, além do camisa nove do Flamengo, seriam para o meio e zaga do time.

Venê Casagrande comenta sobre Sampaoli querer tirar Gabigol do Flamengo

De acordo com o jornalista Venê Casagrande, pessoas ligadas ao treinador negaram que o nome de Gabigol já tenha sido pedido por Sampaoli.

“As pessoas ligadas ao Jorge Sampaoli que me falaram que ele estava indo para o Sevilla me falaram: ‘Venê, na boa, esquece isso. O cara nem sentou direito para assinar o contrato. Não teve nenhuma conversa em relação a isso. Nada. É mais uma fake news envolvendo Sampaoli, Gabigol e Flamengo. Nesse momento, não tem nenhuma solicitação do Sampaoli para fazer a contratação do Gabigol“, afirmou o jornalista.

Os reforços pedidos pelo argentino

No Olympique de Marselha, o treinador surpreendeu, pois mesmo depois de fechar com oito reforços para a temporada 2021/22, Sampaoli disse que não estava satisfeito.

“Ainda temos uma equipe em construção. Ainda não temos essa força de trabalho completa, também é preocupante. Estamos tentando fortalecer alguns conceitos defensivos para estarmos menos em perigo defensivamente. Faltam quatro ou cinco jogadores, mas temos que definir prioridades. Não podemos fazer tudo, teremos”, declarou em entrevista coletiva em agosto de 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *