26 de novembro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

clube vai jogar sem torcida após invasão de gramado

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

O Paysandu encerra a participação na Série C 2021, a partir do momento em que enfrentar o Criciúma, neste sábado (6), às 17h. O jogo, entretanto, será disputado com portões fechados, no estádio Banpará Curuzu. É o que confirmou o presidente do clube alviceleste, Maurício Ettinger.

De acordo com o dirigente, a medida foi imposta ao clube e partiu do Ministério Público que contou com o apoio da Polícia Militar do Estado do Pará (PM/PA).

Responsável por organizar o torneio nacional, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) seguiu as recomendações dos órgãos públicos.

“Não foi vontade do Paysandu. O Ministério Público pediu, a polícia apoiou. O nosso vice estava na reunião, pediu para a Federação e a federação consentiu. A CBF consentiu e eles jogaram para nós”, explicou Ettinger.

“Perguntaram se queríamos assumir a responsabilidade. Falei que não. Não vou assumir a responsabilidade sozinho contra o Ministério Público, contra a polícia, contra todo mundo para ter público”, acrescentou.

“Lógico que a minha vontade era ter público para diminuir o prejuízo que eu vou ter, mas, em parte de tudo que aconteceu, a gente optou por seguir a recomendação do Ministério Público e da Federação também”, concluiu.

Equipes duelaram na primeira rodada da segunda fase do Brasileirão Série C. O resultado foi 0 a 0, no estádio Heriberto Hulse - imagem: Jorge Luiz Totti/Paysandu

Equipes duelaram na primeira rodada da segunda fase do Brasileirão Série C. O resultado foi 0 a 0, no estádio Heriberto Hulse – imagem: Jorge Luiz Totti/Paysandu

 

O jogo sem público ocorre após o duelo entre Paysandu e Ituano, também na Curuzu, ter uma invasão de gramado.

Assim que o time paulista fez 3 a 0, integrantes da torcida organizada Terror Bicolor arrombaram um dos portões que dá acesso ao gramado.

O jogo ficou paralisado por 36 minutos, de acordo com a súmula da arbitragem. A invasão resultou em punição administrativa.

Assista à invasão de gramado:

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Por oito jogos, os integrantes podem entrar no estádio, mas sem levar adereços (camisas, faixas e instrumentos musicais) que façam referência ao nome da torcida organizada.

Invasões de gramado marcam volta do público

O futebol brasileiro voltou a ter público nos estádios em setembro. Em cerca de dois meses, entretanto, o que se viu foram três invasões de gramado que repercutiram nacionalmente.

O caso mais recente ocorreu no Rio Grande do Sul. Vândalos que se dizem torcedores invadiram diferentes setores do estádio Arena Grêmio e quase agrediram jogadores do clube gaúcho.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

O último caso ocorreu na região Nordeste. Depois que o Santa Cruz foi eliminado nas fases preliminares da Copa do Nordeste, integrantes de uma torcida organizada invadiram o gramado do estádio Arena Pernambuco e tentaram agredir jogadores.

Leia também:

Série C: canal de TV aberta corta transmissão ao vivo antes de fim de jogo

Série C: jogo decisivo da segunda fase tem falha na comunicação do VAR

Paysandu: Presidente faz revelações sobre finanças e política do clube

Mercado da bola: Paysandu define quando vai contratar novo executivo de futebol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *