26 de outubro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Tá caro? Procon notifica clubes do Brasil por preço de ingressos

Crédito: Divulgação/Paysandu

O futebol brasileiro vai, aos poucos, tendo a volta dos torcedores nos estádios em diferentes regiões do país. Entretanto, um caso inesperado ocorreu no Pará. O Procon notificou, na última semana, os dois clubes mais conhecidos do estado nortista: Remo e Paysandu. A informação é do repórter José Maria Trindade, da rádio Super Marajoara.

A notificação é referente aos preços dos ingressos cobrados, desde que o poder público local permitiu a presença de torcida em até 30% da capacidade dos estádios.

O Remo já disputou um jogo oficial com torcida: a vitória por 1 a 0 sobre o Náutico. O clube azulino cobrou preço único: R$ 140 reais. No entanto, oficializou que teve um prejuízo de R$ 300 com a realização do evento esportivo.

Com isso, o Mais Querido mudou a estratégia para o próximo jogo no estádio Banpará Baenão, contra o Coritiba, no dia 4 de outubro, às 20h. A diretoria remista setorizou o preço.

Manteve R$ 140 para uma das arquibancadas, mas cobrou R$ 120 para outro setor do estádio. Além disso, deu 50% de desconto para os sócios-torcedores.

O caso do Paysandu, por sua vez, é diferente. O time bicolor ainda não disputou nenhum jogo com torcida, mas anunciou os preços dos ingressos para o duelo contra o Botafogo-PB, no dia 11 de outubro, às 20h.

O clube divulgou que o ingresso para a arquibancada central do estádio Banpará Curuzu seria comercializado a R$ 120; as arquibancadas laterais, a R$ 100. As cadeiras, por outro lado, custariam mais caro: R$ 160.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

A notificação do Procon, entretanto, fez o clube alviceleste repensar a decisão. “O Paysandu ainda não definiu os valores dos ingressos”, declarou Pablo Gonçalves, integrante do departamento jurídico do clube.

Veja a notificação do Procon:

Leia também:

Thiago Silva manda camisa a jogador ex-Remo que pausou carreira após câncer do filho

Paysandu é condenado a pagar quase R$ 90 mil para atacante Lúcio Flávio

Atacante do Paysandu homenageia filha em comemoração de gols na Série C

Dirigente de clube do Brasil é preso por posse de armas de fogo sem registro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *