24 de outubro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Marquinhos está desconvocado da seleção brasileira e retorna ao PSG

Titular absoluto da seleção brasileira, o defensor Marquinhos foi liberado pela comissão técnica das atividades desta terça-feira, 7. Além disso, ele foi liberado para retornar ao seu clube PSG, da França.

Conforme uma nota oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o esportista sequer treinou e viajou com a delegação para a capital de Pernambuco, onde acontecerá a próxima partida da seleção brasileira, nesta quinta-feira, 9, às 21h30.

O treinador Tite resolveu tomar essa decisão e não contar mais com o jogador em função da falta de resposta do Comitê Disciplinar da FIFA. Lembrando que Marquinhos estava cumprindo suspensão na partida contra a Argentina, no último domingo, 5. No entanto, a suspensão da partida gerou algumas dúvidas sobre a sua escalação no próximo jogo da seleção brasileiro.

Substituição na seleção brasileira

Por isso, a comissão técnica entrou em contato com o departamento da Fifa e não recebeu uma resposta satisfatória. Assim, o jogador foi desconvocado e deve ser substituto por Lucas Verissimo, que entrou como titular no clássico contra a Argentina.

De acordo com a programação anunciada pela CBF, a delegação treinou no CT Joaquim Grava, em São Paulo nesta terça-feira. Posteriormente, a seleção brasileira embarcou para Recife e já segue para a concentração do próximo e último jogo desta Data Fifa.

Sem contar com Marquinhos, Tite terá à disposição Éder Militão, Lucas Veríssimo, Miranda e Léo Ortiz. A tendência é que a zaga da seleção brasileira seja formada por Éder Militão e Lucas Verissimo, dupla que atuou pelos poucos minutos em que a bola rolou no último domingo.

Danilo quer ajudar a seleção a manter série de vitórias nas Eliminatórias

A sequência de atuações da seleção brasileira nas Eliminatórias da América do Sul já soma sete partidas e sete vitórias. Com 100% de aproveitamento em campo, o Brasil está liderando a competição e quer manter essa pegada contra o Peru.

“Apesar de o Brasil ter vencido a maioria dos confrontos, é uma equipe que nos dificulta muito, porque tem a posse de bola, os jogadores jogam com passes muito curtos, é difícil de pressionar. É uma seleção que nos causa muitas dificuldades”, afirmou o lateral Danilo ao analisar o próximo rival.

Além disso, ele falou sobre a dificuldade de manter esse nível de atuação sem poder contar com vários jogadores chamados com frequência para a seleção brasileira. “É muito difícil qualquer seleção do mundo ficar sem 11 selecionáveis, a maioria titular e ainda assim conseguir resultados. Isso tem que ser valorizado”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *