27 de novembro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Jon Jones confirma busca por nova academia após saída da Jackson Wink MMA – MMA Brasil

Por Matheus Costa | 09/11/2021 03:41

Após a último caso de violência doméstica que resultou na prisão de Jon Jones após a cerimônia do Hall da Fama do UFC em 2021, o ex-campeão dos meios-pesados foi expulso da academia Jackson Wink MMA por conta de seus problemas de comportamento e abuso de álcool. Semanas após toda a situação, o lutador não parece estar afim de uma reconciliação com seus antigos treinadores e quer seguir em frente com sua carreira.

+ Dana White elogia Kamaru Usman após vitória no UFC 268: “Melhor meio-médio da história”

Através de sua conta no Twitter, Jon Jones abordou o assunto de sua ‘suspensão’ da Jackson Wink MMA pela primeira vez e quebrou o silêncio sobre a situação. Ele rechaçou qualquer possibilidade de retornar para a academia, mas revelou que continuará torcendo pelos seus amigos que por lá permanecem.

“Eu definitivamente não vou voltar, mas eu vou continuar torcendo por todos os lutadores que estão treinando lá. Eu acredito que os meus métodos de treinamentos melhoraram bastante desde que eu fiz essa troca. Sou grato pelo tempo que passei por lá, mas tudo tem o seu ciclo”, afirmou.

+ UFC 268: Usman vs. Covington 2 – Resultados

Após a mensagem publicada, um fã mostrou suporte ao lutador e afirmou que Jones ‘carregou a academia nas costas nos últimos 10 anos’. Jon não concordou com a afirmação de seu seguidor, mas ressaltou que o nível dos treinamentos já não é mais o mesmo há um bom tempo.

“Eu não acho que eu carregava a equipe, nós temos muitos lutadores fazendo coisas ótimas fora de lá. Mas eu admito que a academia já não está mais no nível que costumava ser há um bom tempo”, explicou.

+ Apoie o MMA Brasil e colabore com o jornalismo independente

Jones, que vem treinando em sua garagem durante o período de litígio com a Jackson Wink, reconheceu que cedo ou tarde terá que encontrar parceiros de treino. Portanto, o ex-campeão afirmou que irá procurar por uma nova academia no futuro próximo.

“Eu sei que eu não vou vou conseguir treinar na minha garagem para sempre e eventualmente vou precisar encontrar parceiros de treino, principalmente para o wrestlingkickboxing. Eu estou procurando por academias que eu possa visitar e fazer alguns treinos, talvez até algumas sessões de sparring“, completou.

Sem lutar há quase dois anos, Jon Jones não vem somando problemas apenas judiciais. Desde que decidiu vagar o cinturão dos meios-pesados para subir de categoria, o atleta de 34 anos teve diversos problemas de relacionamento com Dana White e as negociações sobre sua próxima luta estagnaram.

Foto: UFC/Divulgação/Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *