24 de outubro de 2021

Agora Esportes

As principais notícias do esporte

Brasileiro Guilherme Schimidt fatura prata no Grand Prix de Zagreb

O judoca brasileiro Guilherme Schimidt conseguiu algo que nenhum oponente de Tato Grigalashvili foi capaz de fazer durante o Grand Prix de Zagreb. Por quatro minutos, o brasileiro foi capaz de resistir ao número 1 do planeta na categoria até 81 quilos, todavia, foi vencido com um wazari pelo favorito ao título da competição.

Na sua primeira decisão de um Grand Prix, na Croácia, Guilherme levou a medalha de prata. Na sua estreia, diante do francês Tizie Gnamien venceu por ippon. Na luta seguinte, contra o espanhol Jose Maria Mendiola Izquieta, o brasileiro ganhou por wazari e seguiu para as semifinais como vencedor do Grupo C do Grand Prix de Zagreb.

Diante de Dorin Gotonoaga, da Moldávia, Guilherme mais uma vez impôs o seu estilo de luta e arrancou a vitória por ippon. Com a classificação para a final, uma medalha estava assegurada. Na disputa pelo lugar mais alto do pódio, todavia, a disputa foi bem complicada.

Grand Prix de Zagreb contou com atletas muito jovens

O Grand Prix de Zagreb foi marcado pela presença de muitos competidores jovens e pouquíssimos que participaram das Olimpíadas de Tóquio, do Japão. Assim, o brasileiro iria encarar Tato Grigalashvili, da Geórgia, líder do ranking mundial na categoria, atual vice-campeão mundial e quinto colocado no Japão.

Vale salientar que Tato havia vencido os três confrontos anteriores por ippon, em um tempo somado de 2min40s. Grigalashvili mostrou-se dominante desde os primeiros segundos. Conseguiu um wazari ainda antes da metade do confronto – a pontuação, inicialmente foi erroneamente apontada pelo operador de placar para o brasileiro.

Outras participações de brasileiros na competição de judô

Todavia, Guilherme não fugiu do embate e forçou duas penalizações ao adversário, só que não foi o bastante para reverter a desvantagem na luta. Além de Guilherme, o Brasil também contou com por Michael Marcelino (-73kg) e Luana Carvalho (-70kg) no Grand Prix de Zagreb. Michael foi superado no primeiro desafio diante do belga Jeroen Casse.

Enquanto Luana chegou a superar israelense Shaked Amihai, mas foi surpreendida na rodada seguinte pela russa Anka Pogacnik. O Brasil ainda teve teve Matheus Takaki (-60kg) e Yasmim Lima (-52kg) eliminados na primeira luta.

Em contrapartida, Natasha Ferreira (-48kg) conseguiu a melhor campanha na sua participação em um Grand Prix. A lutadora alcançou as semifinal, entretanto parou na francesa Melanie Vieu e depois foi superada no golden score pela holandesa Amber Gersjes na disputa pelo bronze.

Mais Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *